MAMAS DENSAS

A mama é basicamente composta de tecido adiposo (gordura), parênquima mamário (tecido glandular, produtor de leite) e elementos como vasos sanguíneos e tecido conjuntivo entre outros. Quando a mama apresenta maior proporção de tecido glandular em relação aos outros elementos, ou seja, maior quantidade de parênquima, dizemos tratar-se de mama densa. Essa caracterização possui importância pois a avaliação das mamas densas merece maior cautela. Alguns nódulos possuem a mesma densidade do tecido glandular normal, podendo assim ficarem ocultos nos exames de rotina. Em alguns casos, é necessário complementar a rotina habitual com outros métodos de avaliação durante o acompanhamento.
As mulheres com mamas densas e história familiar de câncer de mama devem ficar atentas, fazendo adequadamente a rotina habitual de acordo com as orientações do médico assistente.

Deixe seu comentário